Notícias

10 dicas para fugir da recuperação e passar de ano direto

O segundo semestre acaba de iniciar nas escolas públicas e particulares do País e muitos estudantes já estão “enforcados”. Ou seja, as notas deixaram a desejar e possivelmente eles estarão de recuperação no final do ano. Porém, nem tudo já está definido. Agora é o período ideal para conseguir estabelecer uma rotina de estudos e reverter este panorama. 

A diretora pedagógica da escola Pedro Apóstolo, Ana Cláudia Simões, conta que certamente ainda há tempo para ter sucesso nos resultados avaliativos e em sua efetiva aprendizagem sem passar pela recuperação final. 

“A partir do momento em que há rotina e é aplicado o método mais efetivo para esse aluno aprender, os resultados aparecem nas notas”, avalia Ana Cláudia.

Veja abaixo dez dicas da pedagoga para estabelecer uma rotina de estudos e melhorar as notas para passar de ano direto:

- Estudar apenas na véspera da prova não é o correto. Para aprender o conteúdo, o ideal é estudá-lo no dia em que foi visto. A sugestão é fazer as anotações no próprio livro/apostila ou ter um caderno específico para estudo. Se optar por este, coloque sempre a data, liste todas as aulas depois registre seu estudo relativo em cada uma delas. 

- Estude relendo o texto e pensando sobre o seu significado, refazendo exercícios, realizando anotações ou resumos daquilo que compreendeu. Encontre a sua melhor forma de aprender: lendo, produzindo esquemas, fazendo resumos no computador, produzindo desenhos, dentre outros.  

- Aprenda a interpretar texto. Compreender as informações de um texto não depende apenas da capacidade de decifrar as palavras. Pois, embora cada palavra tenha seu significado, o conjunto de palavras que formam uma frase representam um pensamento, e aprender pela leitura é compreender as ideias expressas nas frases. Nunca deixe parte do texto sem compreensão! 

- Para que se tenha um estudo de qualidade deve-se levar em conta que cada um tem um ritmo diferente do outro, descubra um período do dia entre manhã, tarde ou noite em que você consiga estudar melhor. Conhecer a si mesmo e criar uma rotina de estudos é essencial para não acumular tarefas e para assimilar os conteúdos de forma mais tranquila. 

- Descanse bem à noite. Feito isso, certamente terá energia ao longo do dia para se concentrar nas aulas e realizar as tarefas. Lembrando que o uso de celulares e tablets em excesso à noite pode atrapalhar a indução do sono. 

- Leia jornais, revistas, artigos variados e assista a documentários sobre as matérias vistas em aula. Isso auxiliará na interpretação dos temas, entendimento e aumento do vocabulário.

- Ilustrações e mapas que aparecem nos textos também merecem a sua atenção. Quando o texto apresentar uma ilustração ou um mapa, observe atentamente todos os seus detalhes, leia as legendas e procure relacioná-los. 

- Durante as aulas, participe ativamente, tire suas dúvidas, anote o que o professor ressaltar ser importante.

- A prática constante de exercícios utilizando a memória, o raciocínio, fórmulas, símbolos, resoluções algébricas, entre outros, facilitará a compreensão da disciplina de matemática. Para resolver um exercício com mais clareza, simplifique, reescreva os dados e destaque o que o exercício está pedindo. 

- Seja autoconfiante. Valorize as suas capacidades, não as suas limitações.

Voltar