Notícias

EPA recolhe materiais para reciclagem e gera doações para instituições sem fins lucrativos

Todos os anos a Escola Pedro Apóstolo, de Curitiba, envolve seus alunos com projetos especiais que tragam valores importantes na construção de seres humanos melhores. Em 2020 a escola optou por trazer à tona o assunto da reciclagem. Ela aderiu a dois programas nacionais da TerraCycle, instituição global líder em soluções para resíduos de difícil reciclabilidade. Foram instalados na instituição dois recipientes de coleta: um de esponjas de louça e outro de materiais escolares. Para se ter ideia, as esponjas de louça não são processadas por cooperativas de reciclagem e uma simples caneta, por exemplo, é composta por tinta, que é um material tóxico, além das partes de plástico e de metal, que demoram décadas para se decompor.

 

O material arrecadado na Escola será enviado regularmente à TerraCycle, que gera créditos em doação para instituições de caridade. “Há alguns anos a escola já vem adotando práticas sustentáveis e inserindo isso em nosso dia a dia. Portanto, aderir a estes programas e colocar mais essa atividade envolvendo nossos alunos foi muito natural,  faz parte de nossa ideologia e dos valores que queremos transmitir”, explica a diretora da escola, Carolina Paschoal.

 

De acordo com dados do próprio Terrycicle atualmente mais de 200 mil pessoas em todo o mundo estão coletando resíduos para o programa e quase 45 mil dólares já foram arrecadados. Os Programas Nacionais de Reciclagem da Terrycicle já receberam mais de 200 prêmios pelo empreendedorismo social e proporcionam soluções para diversos tipos de resíduos.

 

Como funciona o programa na escola

A Escola Pedro Apóstolo aderiu a dois programas de reciclagem da TerraCycle: o Programa Nacional de Reciclagem de Esponjas Scotch-Brite® e o Programa Nacional de Reciclagem de Instrumentos de Escrita Faber-Castell®. Na prática, os alunos poderão descartar esponjas de louça de qualquer marca e materiais escolares de escrita como lápis, caneta, canetinhas, apagadores, borrachas, etc, em dois recipientes disponibilizados na escola.

 

Os materiais coletados são enviados para a TerraCycle e passam pelo processo de reciclagem, que inclui uma série de procedimentos, como a separação, a lavagem e a extrusão. Os resíduos são transformados em uma nova matéria-prima, chamada Pellet. Esta matéria-prima é vendida e utilizada para a produção de outros objetos como bancos, lixeiras, etc.

 

Para cada remessa de envio dos materiais arrecadados, a Escola recebe pontos que são convertidos em créditos em dinheiro. O montante será revertido em doações para uma entidade sem fins lucrativos à escolha da Pedro Apóstolo.

 

“Assim que comunicamos alunos e pais sobre o projet6o já tivemos uma ótima receptividade. Temos certeza que o projeto será um sucesso e que logo iremos ampliar essa iniciativa para outros materiais”, comenta a diretora.

 

Sobre a TerraCycle

 

Presente em 21 países, a TerraCycle é líder global em soluções para resíduos de difícil reciclabilidade. A empresa tem a sustentabilidade no DNA de seu modelo de negócios ao buscar alto impacto ambiental e social por meio de programas de coleta e reciclagem que mobilizam mais de 80 milhões de consumidores em todo o mundo.

Voltar